Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Áudios / Filosofia / Toni Luiz - Aprender a amar e confiar
Toni Luiz - Aprender a amar e confiar

Áudio: Toni Luiz - Aprender a amar e confiar

Fonte: Rádio Mundial
os fariseus aproximavam de Jesus para o escutar, porém que se achavam perfeitos, os mestres da lei criticavam Jesus dizendo: esse homem acolhe pecadores e faz refeições com ele. então Jesus os olhou e contou esta parábola: “E lhes propôs esta parábola, dizendo: Qual de vós tendo cem ovelhas, se perde uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e vai procurar a que se tinha perdido, até que a encontre?” (S. Lucas 15, 4).Jesus responde à odiosa acusação que saia dos lábios de seus adversários e, para justificar sua conduta de receber os pecadores, expõe sucessivamente três parábolas, das quais estamos vendo a primeira hoje.São Mateus também (18, 12-14) conservou sta parábola, mas o lugar que ele lhe dá e os diversos traços secundários de fundo e de forma não coincidem com o relato de São Lucas.Um modernista clamaria: incoerência, contradição, tradições catequéticas primitivas alteradas posteriormente!Nós preferimos uma explicação mais sensata, segundo a qual Nosso Senhor expôs ao menos duas vezes esta parábola, em circunstâncias diferentes, com detalhes diferentes.“Qual de vós tendo cem ovelhas, se perde uma delas (…)”.Cristo coloca seus auditores em cena, para chamar-lhes a atenção: “Qual de vós (…)”.“(…) tendo cem ovelhas, se perde uma delas (…)”.A perda não é de modo algum imputável ao proprietário, que não é ninguém mais do que o Bom Pastor por excelência, mas a ovelha se afastou por culpa própria.

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google