Whats: (11) 9 9191 6085
Você está em: Página inicial / De Autoajuda / A doutrina teosófica
A doutrina teosófica

Livro: A doutrina teosófica

Autor - Fonte: Helena Petrovna Blavatsky

Ir para a página:

... H.P. BLAVATSKY
Recensão de seus textos fundamentais
PREFÁCIO
Esclarecimentos
Além de informar que o nascimento de Helena Petrovna Blavatsky ocorreu à meia-noite de 30 para 31 de junho de 1831 e que sua morte se verificou a 8 de maio de 1891, tecer qualquer outro comentário a respeito de sua vida seria o mesmo que falar das cores de uma borboleta a partir de uma crisálida proveniente de um ovo e
larva desconhecidos.

Tentaremos, dentro de nossas limitações naturais, estabelecer dados
referentes à senda do conhecimento divino, aos homens como pesquisadores das verdades eternas, em outras palavras, um pequeno roteiro para um estudo preliminar, e quem sabe, bastante profundo, do conhecimento esotérico, tomando por base a antologia aqui feita das obras de H PB: Ísis sem véu, A Doutrina Secreta, A Chave da Teosofia.
Relações entre os caminhos

A Teosofia se pretende à busca dos fundamentos religiosos, isto é, à
verdadeira sabedoria em termos da existência, firm
ndo-se no preceito do não egoísmo, mas realmente transparece no corpo de doutrina deste ramo da procura da verdade uma profunda influência do budismo, ou mais precisamente, a consideração do budismo como o repositório da Teosofia de todos os tempos.

Nesta linha de raciocínio as concordâncias, necessárias, acabam por
transparecer nitidamente do confronto dos trabalhos de HPB (como de qualquer outro verdadeiro teósofo) com os textos de diferentes crenças.

No ciclo do Yajur-Veda, chegado até nós em duas recensões (a dos
Mâdhyandinas e dos Kânvas) encontramos o Brihadâranyaka-Upanishad que se apresenta como nítida pararela ao ensinamento das obras de HPB conforme se pode fazer pelo confronto de seus textos.

É bastante evidente que o paralelismo não se detém aí, senão seria uma
verdade parcial; a criação do mundo tal como é descrita neste Upanishad assemelha-se intensamente às cosmogonias cristã, egípcia, monofisista, grega, fenícia, como seria de se esperar.

HEMUS
1
ÍNDICE
PREFÁCIO.4
Esclarecimentos .4
Relações entre os caminhos.4
A expressão do mito .7
Considerações Finais .10
PRELIMINARES.16
Palavras de HPB .16
A Teosofia.16
A Teosofia não é recente.17
Não é uma revelação.18
Objetivos da Tesofia. .18
A Doutrina Secreta. .18
A religião da sabedoria. .20
Por quem e onde foi conservada. .21
O COSMOS.23
Criação, não; evolução, sim.23
O Setenário supremo.25
Mistério do número sete. .26
O Universo e o nosso sistema.28
A Lua. .32
As raças humanas. .32
Provas.32
Cosmologia oculta. .33
Deus. .35
Deuses e corpos celestes.38
A evolução eterna.39
O HOMEM.41
Origem Comum. .41
O primeiro homem. .42
Constituição do Homem.42
Antiguidade da doutrina. .43
Sua confirmação.43
Os Sete Envoltórios. .46
Indivíduo e Personalidade. .47
A Alma. .48
Alma e Espírito. .49
Sentidos e planos de consciência. .51
Os sete sentidos. .52
O corpo astral e a aura. .53
A Humanidade. .54
Evolução da Humanidade. .54
O ESPÍRITO.57
Consciência. .57
A glândula pineal. .58
O olho divino.58
Imortalidade. .59
A morte. .62
O Devachan.62
2
O trânsito. .63
Os liberados.64
A vida nova. .64
Reencarnação. .65
Três classes de encarnações. .67
Questão de memória. .69
O esquecimento e a falta de lembrança de nossas vidas anteriores.71
O que dizem os sonhos. .72
A recordação. .73
Os homens elevados. .74
Explicações para o contato dos vivos com os espíritos desencarnados. .74
O KARMA.76
A Lei Suprema.76
Universalidade do Karma.77
Duas boas definições. .78
Perceptibilidade do Karma.80
Inexorabilidade de Karma. .80
Um novo Karma.81
A MORAL .82
O Dever. .82
Os deveres. .83
O sacrifício.84
A caridade.86
As chaves da fraternidade. .87
A MÍSTICA .89
A Oração.89
A oração, força e ritmo. .90
A magia.91
Perigos da Magia prática. .93
Os poderes sobrenaturais.95
A Traumaturgia adquirida. .97
As transmissões mágicas. .98
Os Ma ...

Ir para a página:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google