Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Espiritualidade / A Coragem da Fé
A Coragem da Fé

Livro: A Coragem da Fé

Autor - Fonte: Bezerra de Menezes

Ir para a página:

...01 - Perseverai 02 - Caminhai com Determinação 03 - Orai Sempre 04 - Compreendei e Perdoai 05 - Prosperidade 06 - Ser Espírita 07 - Mediunidade 08 - Centro Espírita 09 – Centro Espírita 10 - Revelação 11 - Infalibilidade 12 - Unificação Espírita 13 - Assistência Fraterna 14 -O Estudo da Doutrina 15 - Página aos Jovens 16 - Mérito Intransferível 17 - Depois da Morte 18 - Reerguei-vos! 19 - A Árvore e os Frutos 20 - Polêmica Religiosa 21 - Terceiro milênio 22 - Insanidade 23 - Vigiai no Senhor 24 - Não Tenhais Medo 25 - Segundo as Vossas Obras 26 - Único Modelo 27 - Libertação Espiritual 28 - Caridade na Caridade 29 - Instrumentos da Obsessão 30 - Humildes e Submissos 31 - O Grande Salto 32 - Disciplinai o Espírito 33 - Os Falsos Profetas 34 - Vínculos Afetivos 35 - Nunca Acrediteis 36 - Em Primeiro Lugar 37 - Mais Perto da Dor 38 - Doença e Cura 39 - Esquecimento do Passado 40 - Diante do Carma A CORAGEM DA FÉ BEZERRA DE MENEZES A CORAGEM DA FÉ Filhos, as páginas que ora vos endereçamos do Mais Além, reunidas neste singelo opúsculo, foram escritas tão-somente com o propósito de encorajar-vos na luta pelo ideal que abraçastes, sob o pálio da doutrina do Evangelho Restaurado, que é o Espiritismo, perseverando, sem esmorecimento, na tarefa da própria renovação que, sem dúvida, se vos constitui no objetivo maior da existência. De nada vale o brilho da inteligência, se o coração permanece...
s escuras. A reencarnação que não promove o renascimento moral da criatura, não passa de ato que não está à altura de sua transcendência e significado. O conhecimento espírita é, sem dúvida, a melhor oportunidade de conscientização para o homem que pretende libertar-se do cativeiro de milenar comodismo espiritual, afastando-se, em definitivo, das sinuosas estradas da ilusão, com, até então, diminuto aproveitamento das lições que lhe possibilitam o crescimento diante da Vida. Refletindo, assim, sobre o teor de vossas responsabilidades nos deveres que sois chamados a cumprir na Seara, uma vez que não mais vos será possível o recuo, sem graves comprometimentos de ordem cármica, não olvideis a sábia advertência que o Mestre dirigiu aos cristãos de todos os tempos: "Todo aquele, pois, que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; e o que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus." Bezerra de Menezes Uberaba - MG, 29 de agosto de 2002 A CORAGEM DA FÉ BEZERRA DE MENEZES 01 - PERSEVERAI Filhos, perseverai no testemunho da fé espírita que abraçastes, ante a revivescência do Evangelho do Senhor. Não recueis ante as provas que vos são necessárias ao burilamento. Sustentai a coragem na luta, conscientes de que toda conquista nos domínios do espírito reclama esforço e sacrifício continuados. Ninguém ascende aos Cimos de passo preso à retaguarda. A Doutrina Espírita liberta o pensamento, no entanto aquele que procura superar o comodismo intelectual de séculos sempre encontrará oposição. É natural, pois, que as trevas conspirem contra os vossos anseios de elevação. Os espíritos, quer encarnados, quer desencarnados, habituados à mesmice em que vivem, haverão de pelejar para vos desalentar em vossos novos propósitos na existência. Muitos vos tentarão com o imediatismo dos prazeres mundanos e com as facilidades materiais do caminho. Outros urdirão sofismas, com o intento de vos afastar dos objetivos superiores que concentrastes, na necessidade de renovação íntima. Sem que percais de vista a trajetória do Cristo, não olvideis que a obra da redenção humana diz respeito a cada espírito em particular. A hora do testemunho é uma hora solitária. Em torno, apupos e injúrias, hostilidade e incompreensão. Não raro, amigos e companheiros permanecerão à distância, vos contemplando as reações. Convosco, não tereis por escora, na áspera subida, outra que não seja a cruz que vos pesa nos ombros. Quase ninguém vos verá o pranto que se vos escorre na face, confundindo-se com o suor derramado no cumprimento do dever. Inevitável, a sensação de extremo abandono dos homens, que vos deve induzir a bem maior confiança em Deus. Filhos, não permuteis o que é eterno pelo que é transitório. Embora sob duros reveses, insisti na prática do bem aos semelhan...
preso à retaguarda. A Doutrina Espírita liberta o pensamento, no entanto aquele que procura superar o comodismo intelectual de séculos sempre encontrará oposição. É natural, pois, que as trevas conspirem contra os vossos anseios de elevação. Os espíritos, quer encarnados, quer desencarnados, habituados à mesmice em que vivem, haverão de pelejar para vos desalentar em vossos novos propósitos na existência. Muitos vos tentarão com o imediatismo dos prazeres mundanos e com as facilidades materiais do caminho. Outros urdirão sofismas, com o intento de vos afastar dos objetivos superiores que concentrastes, na necessidade de renovação íntima. Sem que percais de vista a trajetória do Cristo, não olvideis que a obra da redenção humana diz respeito a cada espírito em particular. A hora do testemunho é uma hora solitária. Em torno, apupos e injúrias, hostilidade e incompreensão. Não raro, amigos e companheiros permanecerão à distância, vos contemplando as reações. Convosco, não tereis por escora, na áspera subida, outra que não seja a cruz que vos pesa nos ombros. Quase ninguém vos verá o pranto que se vos escorre na face, confundindo-se com o suor derramado no cumprimento do dever. Inevitável, a sensação de extremo abandono dos homens, que vos deve induzir a bem maior confiança em Deus. Filhos, não permuteis o que é eterno pelo que é transitório. Embora sob duros reveses, insisti na prática do bem aos semelhantes e tomai a iniciativa do perdão, na certeza de que o tempo urge e que, ao termo da vossa caminhada sobre a Terra, não tereis outro Céu que não seja o da consciência tranqüila. 02 -CAMINHAI COM DETERMINAÇÃO Filhos, apesar dos percalços que enfrentais, inclusive no que se refere à conquista do pão de cada dia, prossegui caminhando com determinação. Compreendei o eco do passado distante nas lutas que vos alcançam no A CORAGEM DA FÉ BEZERRA DE MENEZES presente: o filho rebelde, o cônjuge difícil, a carência material, o assédio sistemático das trevas. Não descreiais do Amparo Divino, através dos amigos do Mais Alto, que não vos deixam a sós com as vossas provas. Não fosse pela intercessão daqueles que por vós se interessam do Além, é possível que vos precipitásseis em mais profundos abismos de dor. Inútil pretender qualquer colheita sem justa semeadura. Por outro lado, de que valeria lançar sobre a gleba inculta a semente promissora? Quantos anseiam por terem o que nada fazem para possuírem? Adquiri mais ampla compreensão da vida e atinareis com a causa de todos os vossos padecimentos. Toda lágrima encerra uma lição e se constitui num estímulo ao progresso. Quantos são os que negam a existência de Deus, unicamente por não serem atendidos em seus caprichos de ordem pessoal? O que não tendes nem sempre deve ser interpretado por demérito de vossa parte. Muitas vezes, a providência que vos é mais necessária a...
tes e tomai a iniciativa do perdão, na certeza de que o tempo urge e que, ao termo da vossa caminhada sobre a Terra, não tereis outro Céu que não seja o da consciência tranqüila. 02 -CAMINHAI COM DETERMINAÇÃO Filhos, apesar dos percalços que enfrentais, inclusive no que se refere à conquista do pão de cada dia, prossegui caminhando com determinação. Compreendei o eco do passado distante nas lutas que vos alcançam no A CORAGEM DA FÉ BEZERRA DE MENEZES presente: o filho rebelde, o cônjuge difícil, a carência material, o assédio sistemático das trevas. Não descreiais do Amparo Divino, através dos amigos do Mais Alto, que não vos deixam a sós com as vossas provas. Não fosse pela intercessão daqueles que por vós se interessam do Além, é possível que vos precipitásseis em mais profundos abismos de dor. Inútil pretender qualquer colheita sem justa semeadura. Por outro lado, de que valeria lançar sobre a gleba inculta a semente promissora? Quantos anseiam por terem o que nada fazem para possuírem? Adquiri mais ampla compreensão da vida e atinareis com a causa de todos os vossos padecimentos. Toda lágrima encerra uma lição e se constitui num estímulo ao progresso. Quantos são os que negam a existência de Deus, unicamente por não serem atendidos em seus caprichos de ordem pessoal? O que não tendes nem sempre deve ser interpretado por demérito de vossa parte. Muitas vezes, a providência que vos é mais necessária a...

Ir para a página:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google