Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Religião / Satanismo na Igreja
Satanismo na Igreja

Livro: Satanismo na Igreja

Autor - Fonte: Jorge Linhares

Ir para a página:

...Índice Introdução 1. Infiltrando-se 2. Falsidade 3. Críticas 4. Falsa Espiritualidade 5. Grupos Restritos 6. Tem um Preço 7. Cuidado! Conclusão Oração Mas Jesus, voltando-se, dis¬se a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens. (Mateus 16.23.) "Ora, Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, que era um dos doze." (Lucas 22.3.) "Então, disse Pedro: "Ananias, por que encheu Sa¬tanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, re¬servando parte do valor do cam¬po? "Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não es¬taria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desíg¬nio? Não mentíste aos homens, mas a Deus." (Atos 5.3,4.) Introdução Engana-se quem pensa que Satanás deixa a Igreja de Jesus em paz. O inimigo das nossas almas não respeita nada. Se encontrar uma bre¬cha, ele infiltra no nosso meio um mensageiro das trevas. Foi o que aconteceu com os após¬tolos. Eram doze homens escolhidos por Jesus para estarem todo o tempo ao seu lado. Um deles era Judas. "E, quando amanheceu, cha¬mou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apósto¬los: "Simão, a quem acrescentou o nome de Pedro, e André, seu ir¬mão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; "Mateus e Tome; Tiago, Filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; “Judas, filho de...
iago, e Judas Iscariotes, que se tornou trai¬dor." (Lucas 6.13-16 - grifo do autor.) Judas foi um satanista. Apesar de ser um dos apóstolos, não participa¬va da ceia do Senhor, não era mem-bro da igreja de Cristo. Não compar¬tilhava da visão e dos objetivos de Jesus para o mundo. No coração de Judas havia uma porta aberta para o materialismo, para a traição, para a mentira, para a hipocrisia, para a falsa modéstia. E Satanás entrou por essa porta. Não foi um demônio. Foi o próprio Satanás: "Ora, Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, que era um dos doze." (Lucas 22.3.) Ainda hoje, Satanás entra no co¬ração das pessoas, usando-as para perturbar a Igreja de Cristo e tentar destruí-la. 1 Infiltrando-se "Porque os tais são falsos após¬tolos, obreiros fraudulentos, trans¬formando-se em apóstolos de Cris¬to. "E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. "Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transfor¬mem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras." (2 Coríntios 11.13-15.) O principal objetivo de Satanás é tornar as igrejas semelhantes à de Laodicéia: "Eu sei as tuas obras, que nem esfrio nem quente. Tomara que foras frio ou quente! "Assim, porque és morno e não esfrio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca." (Apocalipse 3.15,16.) Para isso ele usa seus agentes, in¬troduzindo-os nas igrejas: "Porque se introduziram al¬guns, que já antes estavam es¬critos para este mesmo juízo, ho¬mens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus e ne¬gam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (Judas 4.) Esses ministros de Satanás se infiltram nas igrejas, atacando-as de maneira dissimulada, fingindo espi-ritualidade, interesse e preocupação pela casa do Senhor. Fazem questão de se mostrarem dizimistas, que co¬locam seus bens e sua vida a serviço de Deus. Assim, conseguem enganar os irmãos, ganhando espaço até mes¬mo na liderança. Os satanistas usam certas formas de se infiltrarem na igreja. A seguir apresento algumas deles: 1. Declaram fé em Jesus. Os satanistas fingem ser salvos para poder ganhar a confiança da igreja. Eles até mesmo vão à frente, respondendo ao apelo do pregador. Nas igrejas renovadas, eles falam em línguas. Os satanistas fazem uso do nome de Jesus, pregam e ensinam acerca do Salvador. Eles até mesmo usam o nome dele nas orações: "Nem todo o que me diz: "Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. "Muitos me dirão naquele Dia: "Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demôni¬os? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? "E, então, lhes direi aberta¬mente: "Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." (Mateus 7.21-23.) A Bíblia não deixa dúvidas quanto ao poder que os sata...
guns, que já antes estavam es¬critos para este mesmo juízo, ho¬mens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus e ne¬gam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (Judas 4.) Esses ministros de Satanás se infiltram nas igrejas, atacando-as de maneira dissimulada, fingindo espi-ritualidade, interesse e preocupação pela casa do Senhor. Fazem questão de se mostrarem dizimistas, que co¬locam seus bens e sua vida a serviço de Deus. Assim, conseguem enganar os irmãos, ganhando espaço até mes¬mo na liderança. Os satanistas usam certas formas de se infiltrarem na igreja. A seguir apresento algumas deles: 1. Declaram fé em Jesus. Os satanistas fingem ser salvos para poder ganhar a confiança da igreja. Eles até mesmo vão à frente, respondendo ao apelo do pregador. Nas igrejas renovadas, eles falam em línguas. Os satanistas fazem uso do nome de Jesus, pregam e ensinam acerca do Salvador. Eles até mesmo usam o nome dele nas orações: "Nem todo o que me diz: "Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. "Muitos me dirão naquele Dia: "Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demôni¬os? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? "E, então, lhes direi aberta¬mente: "Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." (Mateus 7.21-23.) A Bíblia não deixa dúvidas quanto ao poder que os satanistas têm de encobrir uma mentira. Eles apresen¬tam-se como crentes fiéis, devotados, mas, no íntimo, são ministros de Satanás, usados pelo Maligno para desestabilizar a igreja. 2. Ensinam falsas doutrinas. "Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimüladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de rene¬garem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição." (2 Pedro 2.1.) Um dos alvos dos satanistas é ocu¬par posição de mestres nas igrejas. Conseguindo isso, fica fácil para eles infiltrarem falsas doutrinas entre os membros da igreja. Eles, com seus falsos ensinamen¬tos, mostram a oração como algo muito complicado. Apresentam mui¬tos passos que o cristão deve seguir para ter certeza de que está usufru¬indo de uma relação certa com Deus. Se não conseguirem isso, eles dizem que o Senhor não ouve a oração. Com isso, eles conseguem fazer com que os crentes desistam de orar, tor¬nando-os fracos e desanimados. Outro falso ensino deles é sobre saúde e riqueza. Esse ensino diz que o cristão deve ser próspero, rico e feliz. Por isso, ao aceitarem essa dou¬trina eles evitam o aborrecimento e o trabalho de socorrer o irmão mais fraco. E, aqueles que não são saudáveis e ricos, estão em pecado ou em falta em alguma área de sua vida. Isso também mina a vida cristã. Para não serem incomodados, aproveitam-se des...
nistas têm de encobrir uma mentira. Eles apresen¬tam-se como crentes fiéis, devotados, mas, no íntimo, são ministros de Satanás, usados pelo Maligno para desestabilizar a igreja. 2. Ensinam falsas doutrinas. "Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimüladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de rene¬garem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição." (2 Pedro 2.1.) Um dos alvos dos satanistas é ocu¬par posição de mestres nas igrejas. Conseguindo isso, fica fácil para eles infiltrarem falsas doutrinas entre os membros da igreja. Eles, com seus falsos ensinamen¬tos, mostram a oração como algo muito complicado. Apresentam mui¬tos passos que o cristão deve seguir para ter certeza de que está usufru¬indo de uma relação certa com Deus. Se não conseguirem isso, eles dizem que o Senhor não ouve a oração. Com isso, eles conseguem fazer com que os crentes desistam de orar, tor¬nando-os fracos e desanimados. Outro falso ensino deles é sobre saúde e riqueza. Esse ensino diz que o cristão deve ser próspero, rico e feliz. Por isso, ao aceitarem essa dou¬trina eles evitam o aborrecimento e o trabalho de socorrer o irmão mais fraco. E, aqueles que não são saudáveis e ricos, estão em pecado ou em falta em alguma área de sua vida. Isso também mina a vida cristã. Para não serem incomodados, aproveitam-se des...

Ir para a página:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google