Whats: (11) 9 9191 6085
Você está em: Página inicial / Matérias: / Ciência e Saúde / Tratamento Clínico Para Calvície
 Calvície

Matéria: Tratamento Clínico Para Calvície

Autor - Fonte: Fonte: Clinica Zeminian

No mercado, muitos produtos podém ser encontrados com promessa de curar a queda capilar, no entanto, apenas duas medicações possuem clara comprovação científica de sua eficácia.

Minoxidil
O primeiro a surgir foi o minoxidil, que foi introduzido no mercado no final da década de 80. Inicialmente desenvolvido para o tratamento da hipertensão arterial, observou-se que possuía a capacidade de melhorar a queda de cabelo, sendo então desenvolvido na forma tópica. O minoxidil age no couro cabeludo melhorando a circulação, diminuindo a queda capilar, promovendo o engrossamento dos fios e, em menor grau, promovendo crescimento capilar. Para se observar os resultados do minoxidil é importante o uso contínuo por pelo menos 6 meses, sendo que o resultado é melhor na região da coroa. O minoxidil pode ser encontrado nas concentrações de 2 a 5 %. Sugerimos que nossos pacientes utilizem a concentração de 5%, duas vezes ao dia, sempre massageando o couro cabeludo após a aplicação.
Um dado importante é que os resultados são mantidos enquanto se está utilizando a medicação. A interrupção do tratamento faz com que os resultados sejam perdidos em até 1 ano. Podemos observar alguns efeitos colaterais, como irritação do couro cabeludo, vermelhidão local e descamação. Esses sintomas desaparecem com a interrupção do uso da medicação ou após um período de utilização.

Finasterida
Foi introduzido no mercado no final da década de 90, sendo inicialmen
e utilizado para o tratamento da hipertrofia prostática benigna na dose de 5 mg. Para o tratamento da calvície a dose é 5 vezes menor (1mg).
Trata-se de uma medicação que age na causa da alopecia androgenética, pois impede a conversão da testosterona em dihidrotestosterona (DHT), pela enzima 5alfa redutase.Desse modo, impede que a DHT se ligue ao receptor hormonal, bloqueando o processo de miniaturização e a queda capilar.
A finasterida tem a capacidade de bloquear a atividade da DHT em 70%. Para se observar o resultado é necessário a utilização contínua desta medicação por um período de 6 meses, sendo que o efeito máximo é observado após 2 anos de uso contínuo. Assim como o minoxidil, os resultados são mantidos enquanto se está usando a medicação. A finasterida tem a capacidade de controlar a queda dos fios que já existem, não tem a capacidade de fazer crescer cabelos em áreas calvas.
Melhores resultados podem ser obtidos com a associação da finasterida com o minoxidil.

Fonte de pesquisa: www.clinicazeminian.com.br

Postado por:

Fanny Menezes
Terapeuta de regressão de memória
www.regressaodememorias.com.br


WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google