Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Mestre Osho / Meu sannyas significa divertir-se no mundo
Osho

Matéria: Meu sannyas significa divertir-se no mundo Página 2

Autor - Fonte: Aparecido Marques
...
meça a impor a sua estrutura, a escravidão se transforma num novo tipo de escravidão, e nunca em uma liberdade. Todas as revoluções fracassaram.
Isso aqui não é uma revolução, isso é uma rebelião. A revolução é social, coletiva, enquanto a rebelião é individual. Chega de estruturas! Deixe que todas as estruturas se vão. Nós queremos indivíduos no mundo, movendo-se livremente, movendo-se conscientemente, é claro. E a responsabilidade deles surge através de sua própria consciência. Eles se comportam corretamente não porque eles estão tentando seguir certos mandamentos; eles se comportam corretamente, eles se comportam de maneira precisa, porque eles são cuidadosos.

Um sannyasin é alguém cuidadoso consigo mesmo e, naturalmente, cuidadoso com todo mundo, porque ele não consegue ser feliz sozinho. Você só consegue ser feliz num mundo feliz, num ambiente feliz. Se todo mundo estiver chorando em prantos na miséria, será muito difícil para você estar feliz. Assim, se alguém é cuidadoso a respeito da felicidade, a respeito de sua própria felicidade, tornar-se-á cuidadoso a respeito da felicidade de todos, porque a felicidade somente acontece num ambiente feliz. Mas esse cuidado não é por causa de algum dogma. Ele existe porque você ama e o primeiro amor, naturalmente, é o amor para consigo mesmo. Em seguida vem o amor aos outros.
Outros esforços fracassaram porque eles eram orientados pela mente. Eles foram baseados no processo do pe sar, eles eram conclusões da mente. Sannyas não é uma conclusão da mente. Sannyas não é orientado por pensamentos. Ele não tem qualquer raiz no pensar. Sannyas é insight, é meditação, não mente. Suas raízes estão na alegria, não no pensamento. Suas raízes estão na celebração, não no pensar. Suas raízes estão naquela consciência onde os pensamentos não são encontrados. Ele não é uma escolha entre dois pensamentos, ele é o abandono de todos os pensamentos. Ele é viver a partir do nada.

Cada sannyasin será uma pessoa totalmente única. Eu não estou interessado na sociedade. Eu não estou interessado na coletividade. Meu interesse está absolutamente nos indivíduos - em você!.
E a meditação pode ser bem sucedida onde a mente fracassou, porque a meditação é uma revolução radical no seu ser. Não é a revolução que muda o governo, não é a revolução que muda a economia, mas a revolução que muda a sua consciência, que transforma você da noosfera à cristosfera, que transforma você de uma pessoa dormindo numa alma acordada. E quando você está acordado, tudo o que você fizer será bom.

Essa é a minha definição de 'bom' e de 'virtude': a ação de uma pessoa acordada é virtude, e a ação de uma pessoa não acordada é pecado. Não existe outra definição de pecado e virtude. Depende da pessoa, de sua consciência, da qualidade que ela traz ao ato. Assim, algumas vezes pode acontecer de que o mesmo ato possa ser virtuoso e ser pecaminoso. Os atos podem aparentemente ser os mesmos, mas as pessoas que estão por trás dos atos podem ser diferentes. .........
O ato pode ser o mesmo, mas se a pessoa está acordada, a qualidade do ato muda.
Um sannyasin é uma pessoa que vive mais e mais em estado de alerta. E quanto mais pessoas houver vivendo através da consciência, melhor o mundo que será criado. A civilização não aconteceu ainda.

Sannyas é apenas um começo, a semente de uma qualidade totalmente diferente de mundo, onde as pessoas são livres para serem elas mesmas, onde as pessoas não são restringidas, aleijadas, paralisadas, onde as pessoas não são reprimidas, não são feitas para se sentir culpadas, onde o prazer é aceito, onde a alegria é a regra, onde a seriedade desaparece, onde entra a sinceridade não séria e a brincadeira. Essas podem ser as indicações, os dedos apontando para a Lua.
A primeira qualidade de um sannyasin é uma abertura à experiência. Normalmente as pessoas são fechadas, elas não são abertas à experiência. Antes que elas experienciem alguma coisa elas já têm prejulgamentos a respeito. Elas não querem experimentar, elas não querem explorar. Isso é pura estupidez. ........
Assim, a primeira qualidade de um sannyasin é uma abertura à experiência. Ele não decidirá antes de ter experienciado. Ele nunca decidirá antes de ter experienciado. Ele não terá qualquer sistema de crenças. Ele não dirá, 'isso tem que ser desse jeito porque Buda disse assim'. Ele não dirá, 'isso tem que ser assim porque está escrito nos Vedas'. Ele dirá, 'eu estou pronto para entrar nisso e ver se é assim ou não'.

Um sannyasin não carregará muitas crenças, na verdade, não carregará nenhuma. Ele carregará apenas as suas próprias experiências. E a beleza da experiência é que a experiência está sempre aberta, porque sempre é possível mais exploração. E a crença é sempre fechada, ela está completa. A crença está sem...

Ir para a página:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google