Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Mestre Osho / Ser novamente um
Ser um

Matéria: Ser novamente um

Autor - Fonte: Osho


A anima existe em cada ser. Anima significa o princípio feminino, o princípio passivo, o princípio inativo, a mulher, yin... É a substância da consciência. Ela não é a própria consciência, porém a substância. Sem ela a consciência não pode existir. Ela é a própria matéria, a casa na qual a consciência vive. Sem ela a consciência não pode viver. Por mulher eu quero dizer o princípio feminino. Os taoístas não estão dizendo nada do homem ou da mulher, eles estão falando sobre os princípios da feminilidade e da masculinidade. (...)

O animus é o princípio masculino, yang. (...) O princípio feminino está enraizado na matéria, no corpo. Mas o homem é um sonhador. O princípio masculino é o princípio do sonhar. (...) O princípio masculino é como o céu e o princípio feminino é como a terra. O homem é um aventureiro, pronto a arriscar sua vida por qualquer sonho que tome posse dele. O homem vive nos olhos e a mulher vive nos ouvidos...

Os ouvidos são a parte passiva de seu ser, a parte receptiva. Qualquer coisa pode penetrar através dos ouvidos. Os olhos são a parte agressiva. Você não consegue ser agressivo com os ouvidos. Mas com os olhos você consegue. Você pode olhar de tal maneira para uma pessoa que seus olhos pareçam punhais. Você pode ofender as pessoas com seus olhos ou pode amá-las com seus olhos. Você pode atingir as pessoas com seus olhos ou pode tornar-se inatingível. (...) Os ouvidos são m ito inocentes. Eles somente recebem. Eles são femininos.

Mas sempre que você está retraído, num estado de passividade, você está acorrentado ao corpo, acorrentado pela anima. Não importa se você é homem ou mulher. Se uma mulher estiver usando seus olhos e tentando antes ver do que ouvir, ela torna-se animus. Se um homem estiver tentando ouvir, ele torna-se anima.

A anima precisa ser subjugada em cada pessoa, seja homem ou mulher. Por que? porque ela é a forma, o corpo, a matéria. O espírito precisa ser o mestre, o espírito precisar erguer-se acima do corpo. O espírito precisa fazer com que o corpo obedeça, e não o contrário. Dessa maneira, não faz diferença ser homem ou mulher, a anima interna precisa tornar-se um seguidor do animus porque somente o animus pode procurar, buscar, e se a mulher ficar para trás, o animus pode perfeitamente ir ao encontro da profunda realidade. Se o poeta sabe que a mulher está atrás dele, protegendo-o, sua poesia pode elevar-se às alturas. Se o homem sabe que a mulher está sempre com ele, ele possui muita força, pode ir ao encontro de qualquer aventura. No momento em que ele sente que a mulher não está com ele, sua energia acaba. De agora em diante ele apenas sonha; mas seus sonhos tornam-se impotentes, não têm mais energia, não podem ser realizados.


O fator de realização é a mulher. O fator sonhador é o homem. Na procura de Deus ou da verdade, o homem precisa ser o guia e a mulher, o seguidor. O animus, em seu interior, tem que se tornar o mestre, e a anima tem que se tornar o discípulo - e, lembre-se, isso independe de você ser um homem ou uma mulher.

O fruto sagrado não é nem masculino nem feminino. O fruto sagrado amadurece somente na totalidade. Quando sua anima e animus estiverem se apoiando mutuamente, como as duas asas de um pássaro, então eros é libertado, logos é libertado, a intuição é libertada. Então você começa a voar no céu e, todavia, permanece enraizado na terra.

Para uma árvore conseguir se elevar até o céu, é necessário que suas raízes penetrem profundamente na terra. A terra é anima e o céu é animus. E quanto mais a árvore se elevar no céu, mais profundamente precisará penetrar na terra - na mesma proporção.

Deus é um, mas quando se torna criativo, ele divide-se em dois: animus e anima. Sem isto não há possibilidade de manifestação. Sem isso

Love - Osho Neo Tarot

não haveria nenhuma dialética. Deus divide-se em tese e antítese, porque somente através de tese e antítese - o desafio, o conflito, a luta. E através da luta, da fricção, a energia é criada. (...)

A alquimia consiste apenas na compreensão destes dois princípios em cada um de vocês, homem ou mulher; na transformação da anima, a sua parte escura, em parte luminosa; em ajudar a parte escura a se mover, ajudar a parte escura a auxiliar a parte luminosa e não lutar contra ela.

e sua anima pode ajudar seu animus, tem-se então o verdadeiro casamento, o casamento interior. Você começa a tornar-se integrado, sua luz não é mais superficial, mas possui a profundidade da escuridão. E sua escuridão não é mais sombria, ela possui o brilho da luminosidade. Anima e o animus fundiram-se um no outro. E quando eles se fundem totalmente, o mundo desaparece e você é novamente um. Ser um é conhecer Deus. Permanecer dois é permanecer no ...

Ir para a página:


WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google