Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Terapias / Antroposofia
Caminho da antroposofia

Matéria: Antroposofia

Autor - Fonte: Não informado

A palavra Antroposofia, originada do grego, significa sabedoria do ser humano, o que quer dizer, consciência da nossa humanidade, do que há de humano em nós. A Antroposofia, dentro de uma civilização caracterizada pela ciência e pela tecnologia, parte para a investigação de uma realidade supra-sensorial, isto é, do que está além do alcance dos nossos sentidos comuns. Seu criador, o filósofo Rudolf Steiner (1861-1925) a define como um caminho cognitivo que visa levar o espiritual no ser humano ao espiritual no universo. Através da Antroposofia busca-se perceber, através do conhecimento científico, a atuação do espírito, que permeia a matéria tanto no seu interior quanto na superfície.

A Medicina Antroposófica tem por meta chegar à essência daquilo que é vivo por meio dos fenômenos da vida, chegando à substância sutil e às suas relações vitais específicas. Ela ultrapassa os conceitos habituais da medicina para abrir a possibilidade de compreensão das leis supra-sensíveis da fisiologia humana.

Todo o trabalho científico vigente, bem como tudo que é ensinado na escola de medicina, é muito bem aceito pela antroposofia, porém, apesar de todas essas conquistas acadêmicas, existe uma insatisfação quanto à busca da verdadeira razão para uma terapia. A causa desta insatisfação reside no fato de a Arte Médica ter sido, até hoje, edificada sobre o conhecimento do ser humano apenas sob o aspecto físico. Como disse Steiner:” Ou a m dicina será ampliada em arte de curar, baseada em uma imagem espiritual do homem, ou será técnica inanimada e método de eliminação de sintomas.”

A Medicina Antroposófica preenche um anseio comum do homem que é a sua integração com o mundo espiritual, conscientizando-o de sua integridade existencial.

Tudo o que vemos como corpo material está ligado às leis físico-terrestres, à Terra e subordinado às leis físicas. Porém, aquilo que se manifesta no corpo material como vid”, não está mais sob a ação das forças terrenas, mas origina-se de um outro âmbito de forças. Essas forças são denominadas de forças etéricas e provêm de todos os lados da extensão cósmica, irradiando para a Terra; onde essas forças etéricas interagem com as forças da Terra surge Vida, surgem organismos viventes.

Atuam no ser humano formando seus órgãos e essas forças são regidas pelas esferas planetárias.

Existe também na organização humana um terceiro sistema de forças, que se origina do âmbito das estrelas e são chamadas de forças astrais (dos astros= estrelas). São forças que atuam na estruturação da cabeça e dos sentidos, a partir das doze constelações do zodíaco expressas nos seus 12 sentidos sensoriais: 5 sentidos comuns e mais 7, que são descritos na Antroposofia como o sentido da vida, do movimento, do equilíbrio, do calor, da palavra, do pensar, e o sentido do EU. Este último exprime sua consciência de existir a partir da percepção da individualidade do outro ser. Nas palavras de Steiner:

Reconhecendo-se a si mesmo, o próprio Eu torna-se para o ser humano o seu universo; ao reconhecer o universo, este se torna para o ser humano o seu próprio Eu.

É a imagem do macrocosmos refletida no microcosmos que é o homem. As sensações surgem a partir das forças astrais, que dão a noção de simpatia e antipatia em relação ao mundo.

A saúde advém de uma interação entre os quatro membros da organização humana, isto é, entre o corpo físico (estrutura), o corpo etérico (forças plasmadoras e formativas), o corpo astral (sensações e ânimo) integrados à organização do Eu (autoconsciência).

Os medicamentos da Medicina Antroposófica são feitos a partir dos reinos mineral (metais, minerais), vegetal (sementes, folhas, raízes e frutos) e animal (abelhas, conchas de ostra, formigas, tinta de lula, leite) e são dinamizados, isto é , vivificados. A substância se transforma em medicamento pela liberação das forças da natureza que as formou. E isso é obtido através da dinamização, que são diluições sucessivas realizadas com um movimento determinado, ou rítmico.

A Medicina Antroposófica oferece, além de medicamentos dinamizados, isto é, sutilizados, um leque de terapias coadjuvantes, como a terapia artística, eurritmia curativa, massagem rítmica e o estudo da biografia.

Um caminho...

Também chamada de ciência espiritual , a antroposofia (conhecimento do ser humano) é uma filosofia que foi erigida por Rudolf Steiner. Ele a apresenta como um caminho para se colocar em busca da verdade que preenche o abismo historicamente criado desde a escolástica entre fé e ciência. Na visão de Steiner a realidade surge no encontro dos mundos da idéia e da percepção.

Steiner coloca que, ao se pensar o pensar começamos a acessar uma consciência diferente da cotidiana. A primeira experiência que podemos ter de um conceito que não encontra corresponde...

Ir para a página:


WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google