Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / De Autoajuda / 12 passos para um convívio equilibrado sereno e feliz entre pais e filhos
Criança feliz entre os pais

Matéria: 12 passos para um convívio equilibrado sereno e feliz entre pais e filhos

Autor - Fonte: Angella Lemos

CEDEPAIS- CENTRO DE EDUCAÇÃO EMOCIONAL PARA PAIS- Angella Lemos

Foge ao controle dos pais a diversidade e rapidez de informações em relação a culturas e valores refletidos em atitudes e posturas de seus filhos que contaminam a educação transmitida em casa. Em conseqüência, há pais que apresentam aparência cansada e angustiada até prejudicando o relacionamento do casal, pois não conseguem alcançar seus objetivos pelo tempo que perdem chamando a atenção ou separando filhos que se agridem, ou ouvindo palavras ofensivas de desrespeito. Os filhos quanto alunos apresentam dificuldades na aprendizagem e na concentração, como também atitudes impróprias. Esta situação gera conflitos nos relacionamentos no ambiente escolar e familiar.

Diante desse quadro, que parece crescer e nos afligir gerei este projeto de educação emocional familiar que tem o objetivo de desenvolver nos pais a percepção do grande e pontual valor do contato com seu filho ou filha (carinho, diálogo, reflexão sobre os sentimentos, pensamentos e anseios dos mesmos, e muito mais). Principalmente do que pode causar suas emoções antes mesmo delas tomarem conta de seus pensamentos.

O despertar da inteligência emocional torna possível de entender as causas de seus sentimentos e assim reconhecê-los, enfrentá-los e transformá-los para agir positivamente.

E assim foram criados 12 passos dentro desse programa que serão aplicados e debatidos semanalmente través de dinâmicas em grupo e praticados em casa como tarefa familiar, vejam:

1º passo: Ao reconhecer suas emoções, tendo consciência delas será possível desenvolver o autocontrole e perceber nossos sabotadores que impedem o progresso de seu progresso e de distinguir seus próprios valores.O autoconhecimento acontece ao aceitar e enfrentar seus bloqueios iniciando um processo de transformação.

2º passo: O que trava caminhos é o mau humor, a intolerância e a tristeza que tudo isso acarreta. Nossas crianças provocam irritações nos adultos quando elas manifestam suas vontades, suas inquietudes e anseios. Como podemos lidar com tudo isso sem prejudicar a formação do caráter dessas mesmas crianças.

3º passo: O organismo humano emite constantemente determinadas vibrações que se influenciam e se sobrepõem mutuamente quanto entram em contato uma com a outra. Sábios da nossa história descobriram que as cores emitem freqüências mais elevadas que os sons. Cada cor, cada som emite uma freqüência que interagem com as vibrações do nosso organismo, sobre nosso estado físico, mental e espiritual - sem que nós nos apercebamos delas através dos olhos. Por esse motivo abordamos a influência das cores e da música em nossas emoções.

E os outros 7 passos não menos importantes são:

4º passo: Pais que trabalham. Trabalho e carinho, como associá-los?

5º passo: A importância do pai; flexibilidade, empatia.

6º passo: Como manter a família antes que ela entre em extinção; compreensão e união.

7º passo: Como lidar com os limites sem reprimir; liberdade, sensatez.

8º passo: A agressividade. De onde vem esse exemplo? Perdão, auto-análise.

9º passo: A escolha da escola. Discernimento, melancolia, preocupação.

10º passo: Pesadelos são normais? Até que ponto. Ansiedade e depressão.

11º passo: Brincadeira tem hora e dormir também. Respeito, segurança e empatia.

12º passo: Hora do banho. Carinho e raiva.

http://www.facasper.com.br/noticias/index.php/2010/08/10/educacao-emocional, n=3578.html


WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google