Whats: (11) 991916085
Login
Cadastre-se
E-mail
Senha
Esqueci minha senha
Você está em: Página inicial / Matérias: / De Autoajuda / Percebendo o meu dia
Percebendo o meu dia

Matéria: Percebendo o meu dia

Autor - Fonte: Cacilda Zeraik
Indique esta página para um amigo

Já notaram que acordamos fazendo uma coisa e pensando em outra?

Escovamos os dentes, pensando na roupa que iremos vestir. No banho não sentimos o toque da água em contato com nosso corpo, porque pensamos no lixo que temos que colocar para fora antes de sair.

Tomamos nosso café da manhã sem perceber seu gosto, pensando nas contas que iremos pagar. Nosso filho nos abraça e mal sentimos o calor deste abraço, porque estamos imaginando todos os telefonemas que precisamos dar.

Assim segue o dia, até que chega a noite e deitados em nossa cama, sentimos um enorme vazio, uma estranha sensação de não estarmos vivendo a vida e sim, vendo-a passar!

E é justamente isso que está acontecendo, a vida está passando e somos meros espectadores.

Porque a nossa mente está sempre muito atribulada e muito adiantada!

É isso que nos causa ansiedade, irritação e cansaço.

Estamos vivendo a era das informações e permanecemos conectados o tempo todo. É celular, internet, msn, email, facebook, twitter.

Assimilamos muita informação.

Alem disso, raramente nosso foco está em coisas positivas.

Ou estamos vivendo de coisas do passado, remoendo acontecimentos, mágoas, coisas que não deram certo, atitudes que eu deveria ter tomado e não tomei; ou prevendo o futuro, "pré-ocupados" com o que ainda não chegou, pensando se vai dar certo, se vamos conseguir, etc.

Meu Deus quanto estress mental! E somos engolidos por esses pensamentos constan
es.

Então vem a sensação de vazio, de desconexão, de solidão.

Está na hora de tomarmos alguma atitude e revertermos esse processo, ao menos amenizá-lo.

Faça essa experiência. Comece a colocar a atenção nas coisas que faz, em seu momento presente, no seu aqui e agora!

É muito simples e de tão simples costuma ser ignorado.

Escove os dentes sentindo o gosto da pasta, passe o creme hidratante percebendo o contato com sua pele. Tome o café percebendo seu sabor. Abrace seu filho sentindo o aconchego deste abraço.

Você vai perceber que onde a sua mente estiver é ali que você vai estar.

Procure ouvir melhor as pessoas. Não fique pensando em outra coisa ou na resposta que você vai dar; preste atenção no outro, no que ele lhe diz.

Seus diálogos irão melhorar!

Traga toda a sua atenção para o momento presente!

Se estiver na fila do banco, perceba as pessoas a sua volta, a cor das paredes, o piso, os móveis.

Se for um congestionamento, perceba o barulho dos motores, o som de seu rádio, seu corpo tocando o banco do carro.

Quando estiver caminhando, sinta o sol na sua pele, observe seus passos, a terra, as outras pessoas.

A sua mente vai tentar escapar, vai pular de galho em galho como um macaco, mas a prática vai facilitando esse processo.

Conforme você for conseguindo se fazer mais presente, vai sentir um preenchimento interno, uma sensação de estar vivo de verdade!

Aprenda a estar no aqui e agora e seja feliz!


Um abraço!

Comentários:
Deixe aqui seu comentário sobre este materia:
Nome:
Comentário:
CAPTCHA Image   Reload Image
Digite as letras abaixo:

WhatsApp: (11) 991916085
Busca Google