Whats: (11) 991916085
Login
Cadastre-se
E-mail
Senha
Esqueci minha senha
Você está em: Página inicial / Matérias: / De Autoajuda / Regressão - último recurso
Regressão - último recurso

Matéria: Regressão - último recurso

Autor - Fonte: Flávio Bastos
Indique esta página para um amigo

Nos últimos meses tenho observado o aumento de casos em que o paciente ou os familiares deste, apostam na regressão suas últimas esperanças de cura. Geralmente são pessoas que já passaram por várias experiências de atendimento na área da saúde mental tradicional sem resultados satisfatórios e que, por isso, buscam na psicoterapia alternativa que trabalha na perspectiva interdimensional do ser humano, a solução de seus históricos problemas íntimos.

Escrevi há alguns meses um artigo intitulado "Regressão não opera milagres!", onde registrava naquela oportunidade que a experiência regressiva é um importante mecanismo metodológico de catarse, investigação do inconsciente e de agilização do processo terapêutico, pois têm como principal característica, além de fornecer importantíssimos dados da vida atual e/ou vida(s) passada(s) do paciente, abreviar consideravelmente o tempo de tratamento.

No entanto, a regressão na ótica interdimensional de tratamento psico-espiritual não sobrevive isolada do contexto metodológico que contempla a psicoterapia como imprescindível mecanismo na (re)organização das peças do "quebra-cabeças" que é o inconsciente humano.

Na pespectiva interdimensional, psicoterapia e regressão trabalham de "mãos dadas" no sentido de buscar no processo investigativo, as origens dos males que afligem aquela pessoa. Portanto, a regressão, apesar de exercer o seu importante papel no contexto terapêutico, não deve ser en
arada como a última esperança, mas como o conjunto que o método oferece como alternativa viável de cura.

Todos nós, psicoterapeutas oficiais e/ou alternativos, médicos alopatas ou homeopatas, psicólogos, psicanalistas e terapeutas em geral, estamos em busca de algo que diz respeito à nossa consciência de responsabilidade social e profissional, ou seja, atingir o máximo de eficiência na cura dos males que afligem o paciente e, por extensão, a humanidade.

E dessa forma caminhamos e evoluímos. O que ontem era considerado método 100% seguro com a evolução da ciência, hoje já questiona-se a sua eficiência em termos de resultados. E assim caminha a humanidade na trilha do progresso contínuo.

E nesse avanço, as metodologias que investigam o inconsciente humano na perspectiva psico-espiritual vêm dando uma considerável contribuição no sentido de propiciar ao profissional uma leitura diferenciada das origens e estruturação dos mecanismos que interagem na formação das patologias mentais. E essa percepção da interdimensionalidade do ser expande a consciência do psicoterapeuta que, por sua vez, ajuda a expandir a consciência do paciente, ambos inseridos no conjunto de possibilidades metodológicas que têm como objetivo principal o processo de auto-cura.

Regredir é preciso, mas alcançar os objetivos propostos pela técnica que lida com os aspectos interpretativos e elaborativos do material que emerge da experiência regressiva é fundamental e, ao mesmo tempo, um constante desafio para o psicoterapeuta e para o método por ele utilizado.

Por isso, independentemente da metodologia aplicada, seja ela oficial, alternativa ou mista, trabalhamos sempre em prol da eficiência em forma de resultados. E a regressão isolada sem um método seguro que provoque o "despertar" do indivíduo para as suas potencialidades adormecidas canalizadas para a auto-cura, vem a ser uma proposta incompleta e carente de resultados significativos.

Portanto, definitivamente, a regressão não deve ser vista como a última aposta de casos complicados, mas como um valioso complemento de interconexão dimensional na busca do que é a finalidade do tratamento: a possibilidade de cura através do acréscimo de lucidez ao nível de autoconhecimento do paciente.

Psicanalista Clínico e Interdimensional.
www.flaviobastos.com

Comentários:
Deixe aqui seu comentário sobre este materia:
Nome:
Comentário:
CAPTCHA Image   Reload Image
Digite as letras abaixo:

WhatsApp: (11) 991916085
Busca Google