www.flaviobastos.com" />  

Whats: (11) 9 9191 6085

VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / De Autoajuda / Demanda de amor
Demanda de amor

Matéria: Demanda de amor

Autor - Fonte: Flávio Bastos

Poetas, loucos, filósofos, religiosos e amantes de todas as matizes e procedências têm, ao longo da história da humanidade, registrado seus escritos nas mais variadas formas da paixão avassaladora ou pela forma branda e pacífica do amor elevado pela crença em um ser superior criador de todas as coisas.

Qual o significado desta poderosa energia chamada amor que em seu nome vidas são ceifadas, assim como, paradoxalmente, vidas são salvas? Não estariam, na compreensão profunda do significado do amor, as respostas para todas as nossas dúvidas?

São questionamentos que temos feito ao longo dos séculos sem, no entanto, obtermos satisfatoriamente as respostas que buscamos. Então, o homem, confuso e perdido nas trilhas do labirinto chamado amor, procura uma saída que pelo menos minimize as suas angústias e seus sofrimentos da alma.

Enquanto a noção mais precisa de amor não é revelada à imensa massa da população mundial de humanos, porque a revelação está na razão direta do autoconhecimento, portanto uma questão individual que independe de nacionalidade ou classe social, no mundo do amor passional e da imaginação, tudo é possível e até permitido: almas gêmeas, espíritos que reencarnados se reencontram para viver um grande amor; ao contrário de outros que se distanciam fisicamente, mas que de uma forma ou de outra permanecem unidos pela sintonia do pensamento ou pela instável energia da paixão.

Amor brando e maduro; amor enlouquecido pe a obsessão; amor desgastado pelo tempo; amor que não era amor; amor à procura de amor. São muitos os amores que vagam desorientados pela energia do pensamento e da paixão em busca da presença física do objeto amado. E a procura do objeto amado e desejado tem sido, entre homens e mulheres de todos os tempos, uma busca incessante - muitas vezes inconsciente e alucinada - pelo alimento que consiga suprir os vazios provocados pela histórica demanda de amor em suas vidas.

É no exercício da maternidade ou da paternidade conscientes, através do exemplo de equilíbrio psico-espiritual, que os progenitores ou substitutos passam os valores necessários para que o ser em formação possa se desenvolver com a sua base fincada em firmes alicerces. Caso contrário, quando faltam os elementos básicos do interesse, da presença física, da participação e do indispensável carinho, o angustiado ser permanece à procura do ingrediente tão importante que faltou-lhe em sua infância: o elemento básico do amor.

Não adianta sermos somente pai ou mãe nos papéis de coadjuvantes. Temos, necessariamente, que nos tornarmos pais e mães assumidos com a educação nos papéis principais que o digno exercício das funções exige perante o tribunal das nossas consciências.

Portanto, diante da inquestionável responsabilidade da educação, o homem precisa, urgentemente, plantar bases sólidas inspiradas no hoje, para que o amanhã das próximas gerações seja mais livre das inquietações e inseguranças fixadas nos tenros anos de vida do indivíduo. E, fundamentalmente, para que a angústia da falta ou pelo sentimento de culpa pela missão que não foi cumprida, não continue a marcar consciências deixando feridas, vida após vida, com sérias repercussões no espírito e no psiquismo humano. Nunca é tarde para (re)começar!

"Aproximamo-nos do outro levando cargas do passado e expectativas para o futuro e assim armados tentamos impor regras à relação amorosa. O amor ri-se de nossas manipulações, pois só respira em campo aberto e livre".
Lição de amor, jornal Delfos

Psicanalista Clínico e Reencarnacionista.
href=http://flaviobastos.com>www.flaviobastos.com


WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google